Conteúdo e Dicas

INSS – Veja o que deve ser cobrado em Direito Constitucional

Postado em 9 de março de 2016
Inss - PrevidenciaEm pouco mais de dois meses, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aplicará a prova objetiva do concurso para 950 vagas (está marcada para 15 de maio), e é hora de fazer apostas sobre como deverá ser a esperada avaliação. Para técnico, cargo de nível médio e destaque da seleção, Direito Constitucional deverá ter de cinco a sete questões, em um total de 50 de Conhecimentos Básicos. A análise é do professor Fábio Ramos, da Academia do Concurso, que também destacou os tópicos favoritos para serem cobrados pelo Cebraspe (antigo Cespe/UnB).
Na visão do especialista, nacionalidade e direitos sociais, além de direitos e deveres individuais e coletivos, deverão estar presentes na prova. “Certamente, qualquer matéria pode ser decisiva neste concurso, até porque está sendo bem concorrido, e qualquer erro poderá deixar o candidato fora da área de classificação. Direito Constitucional, portanto, não é diferente”, assinalou. O professor também analisou a última prova do INSS para técnico, em 2011. À época, houve três questões de Direito Constitucional, de 20 em Conhecimentos Básicos. Os tópicos, segundo Fábio Ramos, foram remédios constitucionais, direitos sociais e nacionalidade.
A expectativa do professor é que esses assuntos apareçam novamente. “Nesse concurso é bem possível que o INSS cobre novamente esses pontos, até porque o conteúdo programático envolve cinco capítulos. Sendo assim, o examinador poderá trazer uma questão de cada capítulo do título II”, observou. Faltando pouco tempo para a prova, a orientação de Fábio é realizar muitas questões anteriores do Cebraspe (antigo Cespe/UnB). “É hora de rever ou até mesmo ver o conteúdo em cima de questões anteriores. Isso é plenamente possível porque o programa é pequeno, envolve apenas o título II da Lei maior”, orientou.
Estudar dessa forma é importante para que o candidato se acostume com a forma que banca cobra os conteúdos. De acordo com Fábio, o Cebraspe irá mesclar a letra da lei com a jurisprudência, o que exige atenção. “É típico da banca apresentar situações hipotéticas para o candidato julgar. É fundamental que o concorrente preste bastante atenção nos detalhes das perguntas”, alertou.
FONTE: Folha Dirigida
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2011. Central de Cursos -Todos os direitos reservados. Entre em contato.
Avenida São Geraldo, 363 - Centro - Vitória da Conquista/BA - (77) 3424-9961

VOCEVE