Notícias

Banco do Brasil: aumenta necessidade de concurso.

Postado em 23 de maio de 2016
Validade da seleção anterior para São Paulo e outros estados encerrou no último dia 8 de maio.
Outros seis estados já não contam com seleções em validade desde setembro de 2015.

BBCom o término da validade do último concurso público para o cargo de escriturário em São Paulo e outros estados no último dia 8 de maio, cresce a expectativa de que o Banco do Brasil realize novo certame para a carreira. Acontece que, com o término da seleção anterior, iniciada em 2013, o banco passa a não ter mais condições de suprir eventuais necessidades que vierem a surgir, nem como promover a manutenção de seu quadro de servidores. Além de São Paulo, o concurso inclui as regiões de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, parte de Minas Gerais, Pará e Tocantins.

Mesmo com a grande necessidade, a instituição ainda não definiu uma previsão de quando pode liberar o edital do próximo concurso, uma vez que existe uma seleção com prioridade, para preenchimento de vagas em seis estados, cuja validade do certame anterior encerrou em setembro de 2015. Neste caso, abrange os estados de Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Amazonas. 

A expectativa era de que o edital para estas regiões fosse liberado ainda em 2015, o que acabou não ocorrendo em virtude do momento de contenção de gastos pelo qual o governo federal vem passando e ainda não há uma posição oficial, por parte do banco, de quando o documento poderá ser publicado.

A necessidade de pessoal é grande em todo o país. De acordo com portaria divulgada em 23 de setembro de 2015, pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), o quadro de pessoal da estatal fica determinado em 115.495 servidores, do qual pelo menos 3.573 vagas estão em aberto, conforme o último levantamento funcional divulgado pelo sindicato da categoria, em março de 2015. Desta forma, a necessidade atual deve ser ainda maior.

Um dos motivos que vem atrasando a publicação dos novos editais é que, desde 2015, em decorrência de um processo judicial na 20ª Vara do Trabalho, em Brasília, os concursos do BB devem indicar o número de vagas a serem preenchidas durante o prazo de validade, não sendo mais somente para formar cadastro reserva, como era praticado.

Além disso, o acordo com o MPT que determina que os editais tragam a oferta de vagas, também permite que o BB mantenha um cadastro de pessoal, para necessidades excedentes ao número indicado no certame, o que pode elevar muito o total de contratações.

 

FONTE: JCconcursos

 

Pinterest

Os comentários estão desativados.

© Copyright 2011. Central de Cursos -Todos os direitos reservados. Entre em contato.
Avenida São Geraldo, 363 - Centro - Vitória da Conquista/BA - (77) 3424-9961

VOCEVE